22 dezembro 2012

Hellboy: Esboços | Sketches


Agora que sobrevivemos ao Fim dos Tempos, como melhor o celebrar do que com esboços da própria “Besta do Apocalipse”…?
Now that we’re survived the End of Times, how better to celebrate it than with sketches of the “Beast of the Apocalypse” himself…?


21 dezembro 2012

TCC:HD – Votação



Como referi ontem, começou a votação do Troféus Central Comics – Heróis da Década (que podem conhecer em detalhe aqui e no anúncio oficial). O promotor Hugo Jesus está ausente nos próximos dias, pelo que só depois do Natal vão ser notificados os nomeados e carregadas as imagens de referência no portal. Porém, os leitores mais informados já podem participar no prémio e votar nos seus autores e obras favoritas – acede aqui ao Boletimde Voto!

As I mentioned yesterday, voting has begun on the Trophies Central Comics - Heroes of the Decade award event (read about it in detail here and in the official announcement). Promoter Hugo Jesus will be absent in the coming days, so the nominees will only be addressed after Xmas and the reference images uploaded. Still, the more informed readers can participate in the award right now and vote on their favorite authors and works. Access the Ballot here!

Soldado da 1ª Guerra Mundial | WW1 Portuguese Soldier


Encerrou no dia 15 a iniciativa BD ao Forte, que ajudou a marcar o trimestre em matéria de eventos de BD e Ilustração. Desde já, parabéns ao André Oliveira, que tutelou o evento, e também aos participantes, nas suas várias vertentes, que expressaram o desejo de não deixar as artes sucumbirem à apatia, apesar da famigerada crise que vimos a sentir
Tive o prazer de participar na expo Combatentes, alusiva às figurações do soldado português ao longo dos tempos, a qual criou uma ligação do evento ao local onde teve lugar, no Museu dos Combatentes (Belém, Lisboa). Optei pelo Soldado da 1ª Guerra Mundial porque sempre tive maior afinidade com esse período, em parte por o meu pai ser um aficionado da Era, com uma extensa biblioteca e memorabília que pude usar para pesquisa. Pelo mesmo motivo, a colega de estúdio Susana Resende ficou a cargo da representação do mesmo soldado na frente de combate nas Áfricas.
Infelizmente, apesar da paciência do André, fiquei aquém do objectivo, porque não consegui (por pouco!) acabar a pintura digital da ilustração, sendo esta exposta “crua”, a lápis. Agradeço, todavia, os elogios que me deram pelo trabalho e comprometo-me a partilhar aqui a imagem final assim que possível.


The initiativeBD ao Forte (Comics in the Fort) ended last week, an event that helped mark the season regarding events about comics and Illustration. Congratulations to André Oliveira, who was responsible for the event, and also to the participants in its various aspects, that so expressed a desire to not let the Arts succumb to apathy, despite the crisis that we’re passing…
I had the pleasure of participate in the Combatants exhibit, pertaining to Portuguese soldier’s look along the ages, which tied the event to were it was held, at the Museum of Combatants (Belém, Lisbon). I opted for the Soldier of World War 1, because I always had more affinity with that period, partly because my father is a WW aficionado, with an extensive library and memorabilia that I could use for research. For the same reason, my colleague Susana Resende was entrusted to represent the same soldier in the African combat front.
Unfortunately, despite André’s patience, I missed the goal because I couldn’t (by a hair!) finish the illustration’s digital painting, thus having it shown "raw", in pencils form. I appreciate, however, all the praise people gave the work and pledge myself to share the final image here, as soon as possible.

20 dezembro 2012

Troféus Central Comics – Heróis da Década


…Não é o fim do mundo, é só o fim do 1º ciclo do prémio Central Comics, cujo evento de comemoração, o Troféus Central Comics: Heróis da Década, está prestes a começar, decorrendo de 21 Dezembro a 31 de Janeiro 2013, no Portal Central Comics.
Concebido e sugerido por mim mesmo há algum tempo atrás, como acto final enquanto no júri do prémio, o TCC-HD propõe aos leitores decidir quais as mais intemporais obras e marcantes autores consagrados pelo público em 10 anos de ‘Troféus, para fechar o ciclo com chave de ouro. Será uma espécie de “o Melhor dos Melhores” informal, para celebrar todos os vencedores e, com eles, o próprio prémio, que começa a 11ª edição no próximo ano. Podem ler mais informação no destaque oficial.

Pela minha parte, surjo nos nomeados a TCC:HD – Melhor Artista 2001-2012 (premiado pelo IV TCC, salvo erro) e TCC:HD – Melhor Publicação Independente 2001-2012, como editor dos fanzines All-Girlz (premiados no VIII TCC), e sou acompanhado, entre outros colegas, pela Joana Lafuente e Nuno Sarabando, respectivamente eleitos pelas BDs “Dream Machine 2.1” e “Kull: O Fim” que igualmente editei. Fica sempre a pena doutros valiosos autores e títulos faltarem à chamada, mas desde já dou os meus parabéns a todos os envolvidos e boa sorte na votação!

…It’s not the End of the World, just the end of the Central Comics awards’ 1st cycle, which commemorative event, the Trophies Central Comics: Heroes of the Decade , is about to begin, running from December 21 to January 31, 2013, at the Central Comics news Portal.
Created and suggested by myself some time ago, as a final act amongst the event’s jury, the TCC-HD offers readers a chance to decide what were the most timeless works and most striking authors awarded by the public in 10 years of ‘Trophies, to wrap-up the cycle with gold trimmings. It’ll be a sort of informal "Best of the Best", to celebrate all the winners and, along with them, the award itself, which starts its 11th edition next year. You can read more information in the official spotlight at CC.com.

For my part, I appear in the TCC-HD nominees for Best Artist and Best Independent Publication 2001-2012, as publisher/editor of the All-Girlz comics, and am accompanied, amongst other colleagues, by artists Joana Lafuente and Nuno Sarabando, who were respectively elected for their short stories "Dream Machine 2.1" and "Kull: The End", which I also published. It’s always a pity many other valuable authors and titles miss the call, but I’d like to give my greetings to all involved and wish good luck in the voting!

19 dezembro 2012

Autógrafos e Painel de Discussão | Autographs and Discution Panel


Apesar de umas semanas complicadas, eis-me de volta aos posts… E de volta a autógrafos! Há uns anos arredado das andanças, à medida que regresso ao sector há que os enfrentar. Mas sem apreensão – a rapidez de traço estava lá e pude privar com miúdos e graúdos, que fizeram o favor de me manter ocupado o tempo inteiro nas sessões no 23º AmadoraBD. Houve momentos caricatos, claro, como quando fiquei um bom minuto a puxar pela cabeça com a rapariga que, incautamente, me pediu “um vilão”, com branca sobre quem desenhar, ou quando percebi que não sabia como raio era a tiara da WonderWoman!... E até uma Pão-de-Law pediram!:)


Fora casos insólitos, tive o imenso prazer de partilhar a mesa com o José de Matos-Cruz (cujo talento a escrever dedicatórias supera o meu para as desenhar) e acompanhar a estreia da Susana Resende nestas lides, que será a 1ª de muitas, acredito. E, claro, justificar a minha inclusão no projecto Infante Portugal com uns rabiscos esmerados; não estava mentalizado para a responsabilidade, mas espero ter estado à altura.


Sobre Fórum Fantástico 2012, organizado pelo Rogério Ribeiro, só (me) aponto a falha de não ter usufruido mais do programa. Só estive no painel de “Banda-Desenhada” e participei no seguinte, sobre “Super-Heróis à Portuguesa”, que soube a pouco. Além do José e eu termos falado da transição de O Infante Portugal para BD, pude saber sobre o projecto do Nuno Amado para recuperar em BD a personagem Zakarella, e da iminência da 2ª antológia de Os Anos de Ouro da PulpFiction Portuguesa, por Luís Filipe Silva. Por último, a “roubar o show”, deu-se a exibição exclusiva do episódio-piloto da série TV Capitão Falcão, no prelo – acreditem, vale a pena! Vejam o trailer…


After a few busy weeks, I’m back to postings… And back to signings! A few years apart from these things, as I return to the field so they have to be faced. But not to fret - line speed was there and I was able to chat with fans, which did the favor of keeping me busy for the sessions’ duration at 23rd Amadora BD comic-con. There were funny moments, as when I spent a good minute thinking with a girl who, incautiously, asked me for "a villain", having a blank on just who to draw, or when I realized I didn’t know how the hell WonderWoman’s tiara was!... I even got asked for a Pão-de-Law!:)
Insolit cases aside, I had a great pleasure in sharing the table with José de Matos-Cruz (whose autographs writing talent surpass my ability’ to draw then) and follow Susana Resende’s debut of the proceedings, which will be her first of many occasions I’m sure. And, of course, justify my inclusion in the Infante Portugal project with a few doodles; I wasn’t prepared for it, but hope that the drawings have lived up to expectations.

Concerning Forum Fantastic 2012, promoted by Rogério Ribeiro, I’ve only to point out (my) flaw in not having enjoyed more of its program. I only been at the panel on "Comics" and participated in the following one, “Portuguese type Super-Heroes", that I wished could’ve lasted longer. Besides José and I speaking again about Infante Portugal’s transition into comics form, I also learned about Nuno Amado’s project to recover the comics' character Zakarella, and the forthcoming 2nd anthology of The Golden Years of Portuguese Pulp Fiction, by Luís Filipe Silva. Finally, "stealing the show", we were shown in exclusivity the pilot episode for Captain Falcon TV series – which, believe me, was worth it! Watch the trailer...


Foto: cortesia de Nuno Amado (Leituras de BD).

29 novembro 2012

Infante Portugal: Amostras a Lápis | Pencils Samples



Sem revelar demasiado antes do tempo, mostro hoje algumas páginas a lápis da sequência de prólogo da BD do Infante Portugal, escritas (e descritas) pelo José de Matos-Cruz e apresentada na exposição do 23º AmadoraBD.
São, respectivamente, as páginas 2 e 3, com a queda de cometa na zona de Lisboa numa época anterior ao país; esboço da página 9, onde um ardina anuncia o paladino Condestável Lusitano (criado por José Ruy) que, após o estudo, foi arte-finalizado à la prima em mesa-de-luz; e páginas 12 e 13, que introduzem o protagonista (criado por José Garcês), a folhear o mítico Livro Livre no reduto da sua biblioteca.

Without revealing too much before its time, here’s a few pages in pencils of the Infante Portugal’s comic prologue sequence, written (and described) by José de Matos-Cruz and presented at the 23rdAmadoraBD exhibitionThey are, respectively, pages 2 and 3, with on a comet falling in Lisbon’s area, on a time preceding the country; sketch of page 9, where a paperboy announces the paladin Constable Lusitano (created by José Ruy), after which study I inked the splash-page directly à la prima on a light-box; and pages 12 and 13, that present the protagonist (created by José Garcês), flipping through the mythical Livro Livre (Free Book) in his library.

Embora esteja SEMPRE a fazer BD, seja qual for o trabalho profissional a ocupar-me no momento, estas páginas são simbólicas pois representam o começo de um novo projecto e desafio pessoal, de regresso às lides da arte sequencial, e porque nelas pude realizar algo que nunca pensei ser possível: assinar pranchas em conjunto com dois grandes mestres de BD, como o José Garcês e José Ruy, com cujas obras cresci e admiro. E last but not least, por também contar com a participação do colega e caro amigo Daniel Henriques na arte-final (neste grupo, nas páginas 12 e 13), que irei mostrar noutra ocasião, em breve.

Although I’m ALWAYS doing comics, no matter what professional work I’m doing at the moment, these pages are symbolic since they represent the start of a new project and a personal challenge, in returning to sequential arts, and because in them I could accomplish something I never thought possible: to work alongside two great Portuguese comics masters, such as José Garcês and José Ruy, whose works I grew up with and admire. And also, last but not least, for having the participation of my colleague and buddy Daniel Henriques on inking (in this group, on pages 12 and 13), which I’ll show another time, soon.




25 novembro 2012

Super-Heróis no Fórum Fantástico 2012


Um evento que já faz bem parte do panorama anual da literatura (fantástica e não só), mais escapadelas na BD e outras áreas de afinidade, o Fórum Fantástico 2012 abriu ontem as portas com uma programação bastante completa e bons autores no cartaz – que podem consultar em maior detalhe no respectivo blog.

Acompanhando o escritor José de Matos-Cruz enquanto representantes do projecto O Infante Portugal, participo no painel de conversação sobre “Super-Heróis à Portuguesa”, este Domingo às 17h45, na Biblioteca Orlando Ribeiro. Apareçam!

Already well-established as part of the annual list of events regarding literature (fantastic and others), along with forays into comics and areas of affinity, the Forum Fantastic 2012 opened its doors yesterday with a handsome program and great authors on the poster - which can be consulted in detail on their blog.

Accompanying writer José de Matos-Cruz as representatives of the Infante Portugal project, I’m taking part of the conversation panel about "Portuguese type Superheroes", this Sunday at 17:45 in the Library Orlando Ribeiro.

24 novembro 2012

O Infante Portugal em Universos Reunidos: Nero Faial


Nem só de Infante Portugal foi feita a mostra no 23º AmadoraBD. Cada herói tem o seu vilão e aqui o antagonista chama-se Vulcão, aliás Nero Faial, o artista plástico e curador da Fundação de Artes Narcisistas, que o autor José de Matos-Cruz soube compor após anos a gerir todo o tipo de criativos, do mundo da BD até ao do cinema, passando pelas artes líricas e outras…
Uma das cenas mais emblemáticas do álbum em preparação trata de uma expo de Nero, intitulada “Naturezas Mortas”, a que pertencem as quatro peças anexas na 1ª sala da exposição; infelizmente, por bem do sono descansado das eventuais crianças que ali fossem, optou-se por excluir os quadros mais “gráficos” da série, favorecendo estas 4 peças, de expressões densas.

Eis o texto do catálogo: 
SENTIDOS/DESTINOS
Virtudes Plásticas.
Todos os sorrisos se parecem. Nada revelam. O segredo íntimo, que os estimula, está no olhar. Simulado ou transparente, em sua expressão flexível.
A arte desvenda o que não é patente. Um silêncio audível, uma ausência inexistente. Os vestígios de uma vibração extinta. Laivos, formas corpóreas.
O fogo que as mutações ocultam. O sangue, regado pelas cinzas. Sinais que evoluem, já quando as motivações se dissiparam. A inquietação latente.
Naturezas Mortas.
-- Nero Faial

A mini-exposição foi complementada por duas críticas breves à série, com cerca de 15 quadros, pela mão de Jacinto Magno e Lúcio Olímpio, aqui reproduzidas:
A ARTE FATAL
A arte resgata-nos da matéria precária ou imperfeita que nós somos, em memórias e tradições. Por isso, as Virtudes Plásticas deveriam aspirar, para maior sublimação, ao alcance com a transcendência. A beleza, o êxtase, a fruição, a luz e a cor – eis elementos que estimulam um renovo do olhar… Mas, aqui, há apenas sobressalto e deletério.”
--Jacinto Magno

GÉNIO FEROZ
Eis o génio puro e genuíno. Nas telas, as figurações languescem, como Naturezas Mortas. Estranhas entranhas, sinais possuídos pela tensão feroz e seminal da sátira e do desmaio, da insolência e da catarse. Estas imagens irónicas, poderosas, projectam-se sofisticadas, abrasivas, além do nosso olhar, tolhendo-nos o espírito pela poética do insuportável.”
--Lúcio Olímpio

(As pinturas de Nero Faial são assinadas pela Susana Resende. São trabalhos inéditos, nunca antes expostos, e datados de 2003 – o mesmo ano em que “nascem” o Infante e Vulcão – e, curiosamente, foram originalmente baptizados como “Naturezas Mortas”, o mesmo nome que, sem ter conhecimento, mais tarde o José viria igualmente a dar às pinturas ficcionais de Nero…!)



Not just of Infante Portugal was made the exhibit at the 23rd AmadoraBD. Each hero has its villain and the antagonist here is called Vulcão (Volcano), aka Nero Faial, fine-arts artist and the Foundation of Narcissists Arts’ curator, which author José de Matos-Cruz knew full well how to compose, after years of managing all types of talents, from the comics medium to cinema, lyric arts and others such...
One of the most iconic scenes on the OGN in the pipeline takes place in one of Nero’s art shows, titled "Still Lifes” (a pun that literally translates to Dead Natures, in Portuguese), to which belong these four pieces shown in the 1st room of the exhibition; unfortunately, for the sake of the quiet sleep of children that might visit it, we opted to exclude the more "graphic" pictures in the series, favoring these 4 pieces, with dense expressions.

Here is the catalog text:
DIRECTIONS/DESTINATIONS
Plastic virtues.
All smiles look the part. Revealing nothing. The intimate secret, that stimulates them, is in the sight. Simulated or transparent, flexible in their expression.
The art reveals what is not patent. An audible silence, an nonexistent absence. The remnants of an extinct vibration. Overtones, bodily forms.
The fire that mutations hide. The blood, showered by ash. Signs that evolve, when the motivations have already dissipated. The latent uneasiness.
Still lifes.
- Nero Faial

A mini-exhibition is complemented by two brief reviews of the series, made of about 15 paintings, by Jacinto Magno and Lúcio Olímpio, reproduced here:
"THE FATAL ART
Art rescues us from poor or imperfect matter we are, in memories and traditions. Therefore, the Plastic Virtues should aspire, for higher sublimation, to reach transcendence. The beauty, ecstasy, enjoyment, the light and color - these are elements that stimulate a renewal of the sight... But here, there’s just fright and deleterious."
- Jacinto Magno

"GENIUS FIERCE
Behold the pure and genuine genius. On the canvas, the figurations wither, as Still Lifes. Strange bowels, signs owned by fierce tension and seminal satire and by collapse, and insolence and catharsis. These ironic images, powerful, are projected as sophisticated, abrasive, beyond our gaze, hindering us the spirit by the poetry of the unbearable."
-  Lúcio Olímpio

(Nero Faial's paintings were created by Susana Resende. Unpublished and never before exhibited, the works date back to 2003 - the same year of Infante and Volcano’s "birth" - and, curiously, were originally titled as "Still Lifes", the very same name that, without knowing, later on José would also give the fictional paintings of Nero...!)

23 novembro 2012

O Infante Portugal em Universos Reunidos: Exposição | Exhibit


Parte integrante do 23º AmadoraBD e patente no piso inferior do Fórum Luís de Camões, a retrospectiva O Infante Portugal em Universos Reunidos reuniu 40 autores que colaboraram nesta saga em prosa ilustrada agora concluída, entre os quais o seu autor, José de Matos-Cruz, que foi homenageado pelo festival com os prémios Troféu de Honra (Zé Pacóvio e Grilinho) e Troféu CinemaAnimação, na gala dos Prémios Nacionais de Banda Desenhada.
Estiveram igualmente expostos trabalhos da transição do herói para as lides da arte sequencial, em álbum a editar em 2013. 
Integrated in 23rd AmadoraBD comics festival and held in the Forum Luís de Camões, the retrospective The Infante Portugal in United Universes brought together 40 authors who contributed to this now complete saga in illustrated prose, including its author, José de Matos-Cruz, who was honored by the festival with the prizes Trophy of Honor and CinemaAnimação Award, at the PNBD (National Comics Awards) ceremony.
Also there were artworks related to the hero’s transition to sequential art chores, on the graphic novel to be released in 2013.



Um (misterioso) advento inicia as aventuras do ‘Infante em BD: um fenómeno na estratosfera e subsequente queda de “corpo astral” na foz do Tejo, algures num período anterior à História escrita. Esse momento figura nas pranchas expostas e propiciou o elemento gráfico na sala de entrada, que unia a porção de BD do projecto à da prosa ilustrada, na 2ª sala, como se um cometa tivesse por ali irrompido…

A (mysterious) occurrence starts the comics adventures of the ’Infante: a phenomenon in the stratosphere and subsequent fall of an "astral body" at Tejo’s river mouth, somewhere in a period before written History. That moment is shown in the artwork and provided the lobby’s graphic décor, which united the project’s comics’ portion to the illustrated prose part, in the 2nd room, as if a comet had broken out through there...






Como alguém desde jovem dedicado às Letras, não podia falta um instrumento de escrita na mostra, que visa celebrar as criações do José. Na máquina de escrever estava o rascunho do 1º conto do Infante Portugal, concebido há quase 10 anos!

As someone dedicated to Writting from a young age, a writing instrument had to be featured in the show, which aimed to celebrate José’s creations. In the typewriter there’s a draft of Infante Portugal’s 1st short story, devised almost 10 years ago!












A sala de entrada revelou ao público as 1as pranchas da BD do ‘Infante, assinada por mim, Susana Resende e Daniel Henriques, sob argumento do José. Também nesta porção surgem cameos especiais dos mestres José Garcês e José Ruy, como homenagem aos seus seminais contributos neste universo criativo, e que respectivamente figuram as personagens O Infante Portugal e Condestável Lusitano, concebidos em 2005.
The lobby room revealed the 1st pages of the Infante’s comic, done by myself, Susana Resende and Daniel Henriques, under José's script. There’s also special cameos by comics’ masters José Garcês and José Ruy, as a tribute to their seminal creative contributions for this universe, and that respectively display Infante Portugal and Lusitanian Constable, both designed in 2005.

Também expostas na 1a sala estavam uma série de pinturas bizarras, sobre as quais falarei numa outra altura…
Also featured in the 1st room were a series of bizarre looking paintings, but I’ll address these some other time…


Tal como a entrada visou captar a atenção dos visitantes pelos elementos da máquina de escrever e buraco do cometa, a sala dos fundos contou com um amplo ecrã a projectar os vídeos do projecto: o trailer promocional e diário de produção do vol.3. Outra surpresa foi a criação dos três Signos Perpétuos, fulcrais ao universo do Infante, criados por José Ruy para a personagem Condestável Lusitano: a Ampulheta, a Bussola (na forma de uma referência cardeal) e o Livro Livre, aqui tornado livro de visitas.
As the entrance aimed to capture the visitors attention with the typewriter and the comet hole, the back room featured a large screen projecting the project’s videos: the promotional trailer and vol.3’s daily production. Another surprise was the creation of the three Perpetual Signs, which are pivotal to the Infante’s universe, created by José Ruy for the Lusitanian Constable character: the Hourglass, the Compass (as a North reference) and Livro Livre (i.e. Free Book), here turned guestbook.


Na 2a sala as paredes foram forradas com só algumas ilustrações que os 39 autores nacionais, de diversas áreas e valências, contribuíram para a trilogia. Dada a quantidade de peças criadas ao longo dos anos, que supera a centena de ilustrações, sem contar com esboços e versões alternativas, o desafio foi repetir o destaque de personagens até que todos os colaboradores tivessem pelo menos uma imagem exposta. A repetição destes tentou-se fosse proporcional à extensão das participações.
In the 2nd room the walls were lined with just a few illustrations that the 39 authors, from different areas and valences, contributed to the trilogy. Given the amount of works created over the years, which surpasses one hundred illustrations, not counting sketches and alternative versions, the challenge was to repeat the highlight of characters until all artists had at least one of their images exhibited. The repetition of these was tried to be in proportion to the extension of their participations.







E por último, a minha “fatia” do projecto, que devo ao José, pelo convite e contínuo incentivo, com ilustrações pertinentes ao vol.2 e 3 da saga, onde fui acompanhado por talentosos colegas: a ilustradora/artista plástica Susana Resende e pelo arte-finalista Daniel Henriques.
And finally, my "slice" of the project, which I owe to José for inviting me and for his continuous incentive, with works relevant to vol.2 and 3 of the saga, which was accompanied by my talented colleagues: illustrator/fine-arts artist Susana Resende and inker Daniel Henriques.









Aproveito para agradecer aqui à designer Ana Taipas, que coordenou a complexa exposição, e ao cenógrafo Carlos Reis.
I take this opportunity to thank designer Ana Taipas, who coordinated the complex exhibition, and the set designer Carlos Reis.

Links para outros blogs c/ fotos:


02 novembro 2012

O Infante Portugal em Universos Reunidos


Já abriu a colectiva O Infante Portugal em Universos Reunidos, a retrospectiva que expõe trabalhos da trilogia de literatura imaginada (i.e. As Tramóias Capitais (2005/2007), A Íntima Capitulação (2010) e As Sombras Mutantes (2012)), pelo escritor José de Matos-Cruz, reunindo trabalhos de vários renomados autores portugueses de BD e de outras áreas, como a cenografia, design e artes-plásticas, que desde 2005 contribuem para a criação deste fértil e muito lusitano universo criativo.
Há ainda uma 2ª exposição anexa, de material alusivo à transição do super-herói português para banda desenhada, respectivo ao álbum em produção, por publicar em 2013 e que marcará o 10º aniversário do nascimento da personagem.

Participam todos os 39 autores da Saga: Isabel Aboim, Filipe Abranches, Renato Abreu, Teotónio Agostinho, João Amaral, Ana Biscaia, Cação Biscaia, Ricardo Cabral, Richard Câmara, Diniz Conefrey, João David, Luís Diferr, José Carlos Fernandes, Fernando Filipe, Sara Franco, José Garcês, António Jorge Gonçalves, Daniel Henriques, Catherine Labey, Rui Lacas, João Vasco Leal, Luís Louro, Daniel Maia, Zé Manel, João Mascarenhas, Pedro Massano, Baptista Mendes, Fernando Vilhena de Mendonça, Victor Mesquita, Susa Monteiro, Nuno Pereira, Susana Resende, Miguel Rocha, André Ruivo, José Ruy, Eugénio Silva, Augusto Trigo, Maria João Worm e Carlos “Zíngaro”.

No Sábado, dia 3 Novembro, a partir das 15h, terá lugar no Fórum Luís de Camões, núcleo do 23º Amadora BD, uma sessão de autógrafos com alguns dos autores:
- José de Matos-Cruz
- José Garcês
- Catherine Labey
- Daniel Maia
- João Mascarenhas
Nota: Tanto a ilustradora Susana Resende como o arte-finalista Daniel Henriques, inicialmente confirmados para a sessão, não vão estar presentes.


The collective The Infante Portugal in United Universes has opened its doors. The retrospective exhibits works from the trilogy of imagined literature (i.e. The Capital Machinations (2005/2007), The Intimate Surrender (2010) and The Mutant Shadows (2012)), by writer José de Matos-Cruz, gathering illustrations by several renowned Portuguese comics authors and from other fields, such as scenography, graphic design and fine-arts, that since 2005 have contribute to developing this very fertile and Lusitanian creative universe.
There is also an attached exhibition of artwork to the Portuguese super-hero’s transition into comics, related to a graphic novel in production, to be published in 2013, and which will mark the 10th anniversary of the birth of the character.

All 39 authors that partake in the Saga are present: Isabel Aboim, Filipe Abranches, Renato Abreu, Teotónio Agostinho, João Amaral, Ana Biscaia, Cação Biscaia, Ricardo Cabral, Richard Câmara, Diniz Conefrey, João David, Luís Diferr, José Carlos Fernandes, Fernando Filipe, Sara Franco, José Garcês, António Jorge Gonçalves, Daniel Henriques, Catherine Labey, Rui Lacas, João Vasco Leal, Luís Louro, Daniel Maia, Zé Manel, João Mascarenhas, Pedro Massano, Baptista Mendes, Fernando Vilhena de Mendonça, Victor Mesquita, Susa Monteiro, Nuno Pereira, Susana Resende, Miguel Rocha, André Ruivo, José Ruy, Eugénio Silva, Augusto Trigo, Maria João Worm e Carlos “Zíngaro”.

Satursday, 3rd November, after 15pm, will take place an autograph session in the 23rd Amadora BD comic-com, featuring a few of the authors: José de Matos-Cruz, José Garcês, Catherine Labey, Daniel Maia and João Mascarenhas.

27 outubro 2012

O Infante Portugal: Exposição no 23º AmadoraBD | Exhibit in 23th AmadoraBD


Integrada no núcleo principal do 23º AmadoraBD, a colectiva O Infante Portugal em Universos Reunidos celebra a criação do escritor/investigador José de Matos-Cruz, reunindo trabalhos de 39 ilustradores nacionais, que ao longo dos anos contribuíram para a criação deste extenso universo de literatura imaginada, imerso na História e mitologia nacional mas informado pelos cânones da BD e dos super-heróis.

O autor, que em 1972 lançou uma das primeiras revistas portuguesas de banda desenhada (Copra) e tem sido desde então um atento divulgador da arte sequencial, como co-fundador do Clube Português de BD, promotor de eventos ou crítico em periódicos, após assinar uma trilogia de livros ilustrados irá agora “fechar o ciclo” e transportar a saga para as lides da BD, estreando-se assim como argumentista.

O trabalho, desenhado por Daniel Maia e Susana Resende, com o arte-finalista Daniel Henriques, mais participações especiais dos mestres José Garcês e José Ruy, terá uma exposição separada no festival e apresentará no último fim-de-semana um fanzine de edição limitada para antevisão ao álbum e que servirá de porta de entrada para novos leitores.


Integrated in the main core of the 23rd AmadoraBD comics' festival, the collective exhibit The Infante Portugal in United Universes celebrates writer/researcher José de Matos-Cruz‘s creation, gathering works by 39 national illustrators, who over the years have contributed to create this vast universe of imagined literature, immersed in Portuguese History and mythology but informed by the cannons of comic-books and superheroes.
The author, who in 1972 launched one of the first Portuguese comics magazines (Copra) and has since been an active promoter of sequential art, such as co-founding the Portuguese Comics Club, promoting events and writing reviews for newspapers, after signing a trilogy of illustrated books will now "close the loop" and carry the saga to comics, hence debuting on writing for comics.
The work, penciled by Daniel Maia and Susana Resende, with inker Daniel Henriques, and cameos by masters José Garcês and José Ruy, will have an separated exhibition at the festival and present, in the last week-end, a limited edition comic to preview the original graphic novel, which will serve as an entry point for new readers.


ACTUALIZAÇÃO:
Fui informado de que a expo não estará aberta ao público porque, devido a contratempos que escaparam ao controlo da organização na preparação da mostra principalnão foi possível prepará-la a tempo. A colectiva fica assim prevista abrir no próximo dia 1, quinta-feira, no feriado, permitindo à organização acautelar os procedimentos deste 1º fim-de-semana e depois realizar a montagem.


26 outubro 2012

23º AmadoraBD


Abre hoje o 23º Festival Internacional de Banda Desenhada da Amadora – actualmente referido mais simplesmente como ‘AmadoraBD – que volta a ter lugar no amplo espaço do Fórum Luís de Camões, na Brandoa, e onde novamente se volta a juntar, até dia 11 de Novembro, a comunidade de BD nacional, entre leitores e criativos.
Este ano o tema foca as Autobiografias e como tal é dado destaque a vários renomados autores estrangeiros (como Baudoin, Cyril Pedrosa e Mike Deodato, entre muitos outros), assim como portugueses, como podem consultar na programação, nos links abaixo.

Entre as mostras, haverá uma retrospectiva dedicada ao herói nacional de José de Matos-Cruz, O Infante Portugal, criado há quase 10 anos, que reúne trabalhos de todos os 39 autores que colaboraram na ilustração deste original universo criativo, e que em breve passará da prosa ilustrada para o mundo da banda desenhada.

Fórum Luís de CamõesNúcleo Central de Exposições
Rua Luís Vaz de Camões, Brandoa | (351) 214 948 642
Coord GPS: LAT 38°45’52.84”N / LONG 9°12’49.60”O
Segunda a Quinta, Domingo e Feriado – 10h-20h
Sexta e Sábado – 10h-23h

Links: